Comitê do São Francisco realizará encontro regional em Serra Talhada

Serra talhada/Foto reprodução InternetO município de Serra Talhada (PE), no Sertão do Pajeú, sediará nesta quarta-feira (25) o Encontro Regional do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF). O evento acontecerá no auditório da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL), no Centro da cidade, a partir das 8:30h, e faz parte da mobilização do processo eleitoral para a renovação dos membros do CBHSF.

A programação do evento consta de apresentação, orientação e explicação do processo eleitoral do Comitê. A intenção é que o encontro atraia diversas entidades e instituições da sociedade civil para participar da eleição para renovação do quadro de membros do colegiado.

O encontro é a aberto à população da região. Podem participar representantes de organizações da sociedade civil e movimentos sociais, instituições educacionais, comunidades ribeirinhas, quilombolas e indígenas, e o poder público, como prefeitos, vereadores, secretários municipais e instituições governamentais.

A previsão de encerramento do evento é às 12h. Outro momento de mobilização está previsto para acontecer no dia 27 de maio na cidade de Pesqueira, Agreste do estado. As informações são da assessoria do CBHSF. (foto/arquivo reprodução)

Artigo do leitor: “Recuperar a confiança da população, eis o desafio”

Márcio jandirNeste artigo enviado ao Blog pela sua assessoria, o pré-candidato a prefeito de Juazeiro (BA), Márcio Jandir (DEM), ressalta que somente uma sociedade politicamente engajada pode fazer da política um instrumento de mudança na qualidade de vida dos cidadãos, afastando males como a corrupção.

Confiram:

Os dias de turbulência política, vividos nos últimos tempos, como já constatado em diversos países que primam pela democracia, revelam o quanto o êxito econômico é capaz de manter ou fazer ruir governos. No Brasil, ‘Mensalão’ e ‘Petrolão’ são como duas faces da mesma moeda, são o resultado de uma insana prática reiterada de corrupção, como forma de manter o poder no Estado Democrático de Direito.

Se por um lado a democracia se mostra em pleno funcionamento, com a obediência das regras estabelecidas no jogo democrático, por outro lado é pesaroso constatar que sofre crise de funcionamento por produzir governos sem capacidade.

As pessoas mudam, mas as práticas políticas não têm acompanhado essas mudanças. O pluripartidarismo, que se opõe ao duo partidarismo tão criticado pelos americanos no Norte, sofre no nosso país um esquartejamento moral, com grave crise de representatividade e consequente desvio da finalidade buscada na lei.

No centro de todos os questionamentos, dúvidas e incertezas do momento, ouvir a população é essencial. Como cidadão,  sei o que me incomoda trabalhar, produzir, recolher imposto, não ter segurança, saúde, infraestrutura, tudo isso com uma constatação interessante: as últimas pesquisas apresentam que o problema mais grave para grande parte da população é a corrupção, seguida pela recorrente preocupação com a saúde.

A corrupção e a incapacidade de gestão, distúrbios do engenho democrático, fazem aprofundar a maior das crises que não é política nem econômica, é a crise de confiança, às vésperas de mais um prélio eleitoral, onde as pessoas irão escolher os seus prefeitos e vereadores. Aí é comum ouvir reiteradamente expressões como “não vou votar em ninguém”, ou novamente a receita da busca pelo “salvador da pátria”, escolhido entre atores ainda não colocados na cena política, como se a omissão ou a ruptura com atores fosse de alguma forma assegurar a eficiência e probidade almejadas pela população.

O nó da questão é como voltar a se conectar com a população, reconquistar a sua confiança, e nesse aspecto não é só mais uma questão de estratégia de marketing, forma bastante utilizada pelos governos atuais em democracias, para convencimento e ratificação dos projetos de poder. Falta algo mais, gestos mais concretos, os políticos precisarão ser mais claros quanto a medidas de transparência, por exemplo.

As pessoas estão menos preocupadas com o jogo de futebol e começam a discutir as regras da previdência social…E como uma coisa chama a outra, que tal começar apresentando as contas públicas, sem qualquer reserva, abrindo todos os contratos, desde as obras de maior porte até os comprimidos dos postos de saúde ou a merenda que chega às escolas?

Basta! Cansamos de ouvir dizer que contratos com empresas de lixo geram dividendos aos políticos, que já teve guerra de grupos pela divisão de dinheiro.

Basta! Chega de ouvir dizer que parte da merenda escolar é desviada, que o transporte escolar abastece o bolso de muita gente ou que há governos que cobram para licenciar empreendimentos imobiliários. Basta! Cansamos todos da forma de gestão complacente com  a desordem, que inviabiliza a qualidade de vida do cidadão, vilipendiando as normas de ordem pública estabelecidas em favor da coletividade.

Basta!

As sinalizações precisam ser dadas pelos políticos e acompanhadas pelos cidadãos. Novos mecanismos de organização da sociedade precisam ser colocados em prática, fazendo com que as pessoas participem de forma verdadeiramente democrática, colaborem com os conselhos, fiscalizando,  sugerindo, enfim se conectando com a vida política e com os políticos.

Com o incentivo real a uma participação popular no mais alto nível de gestão, colocando a população em contato com temas importantes, faríamos surgir novas lideranças. O eixo da crise de confiança é a ausência de lideranças capazes, com conhecimento de gestão, dispostas a conduzir com zelo e transparência, o bem público.

Outro dia debati, em um grupo de WhatsApp, com um jovem descrente de tudo e todos, rendido ao mantra que ‘todos são ladrões’, ‘depois daquele, aquele outro é a mesma coisa e todos só querem se beneficiar da política’, e fiz uma ponderação quanto à confiança. Disse-lhe que na minha profissão o problema da confiança resolvemos com um contrato, na política resolvemos com eleição.

Precisamos ajustar os novos gestores à responsabilidade de gestão. Não se trata da confiança pessoal, do fio de bigode; se trata objetivamente de exigir mecanismos que afastem cada vez mais as possibilidades de corrupção. A confiança será resgatada com participação da população. Há um tempo novo a ser construído, não de falsos salvadores, nem de discursos ultrapassados, retóricos e ensaboados, mas de prática objetiva, e transparência escancarada jamais vista ou pensada, com a participação de todos.

Juntos ao tempo novo, todos.

Márcio Jandir/Vice-presidente do Democratas de Juazeiro e pré-candidato a prefeito

Moradores de rua estariam usando drogas e fazendo sexo em plena luz do dia em praça de Petrolina, denuncia comunitário

bairro atrás da bancaMoradores do bairro Atrás da Banca, na área central de Petrolina, estão incomodados com o comportamento de alguns moradores de rua que circulam na praça da comunidade, localizada em frente ao Hiper Bompreço.

Segundo denúncias enviadas ao Blog, vários desabrigados estariam praticando sexo, usando drogas e bebidas alcoólicas em plena luz do dia, o que causa indignação entre os moradores.

Preocupados, os comunitários clamam por fiscalização e pedem que as autoridades da cidade tomem providências urgentes acerca da situação que consideram “vergonhosa”.

Posse de professor supostamente sem Mestrado na Univasf gera questionamentos e Reitoria esclarece

univasf juaz/Foto divulgaçãoA posse do Professor Érico Cristiano Alves Barbosa, no último dia 10 de maio, para o Colegiado de Engenharia de Produção da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), feita pelo reitor Julianeli Tolentino, virou alvo de questionamentos. Informações repassadas a este Blog pela leitora Rafaela Silva dão conta de que o professor não possui Mestrado (exigência do edital para o cargo).

O diploma de um suposto Mestrado na UFCG, apresentado por Érico Cristiano seria falso, segundo Rafaela.

“O próprio lattes do professor apresenta contradição, já que o suposto orientador não existe no programa. Felizmente, a UFCG já está ciente da farsa”, diz.

“Esperamos que a Univasf tome providências, o que não resolve apenas com a exoneração do servidor. É preciso que a instituição cumpra o seu papel diante desse caso. Também investigue a possível participação da esposa do mesmo, que é servidora da Univasf, e portanto ciente que ele não teria Mestrado, já que ele mora com ela há alguns anos, e de acordo com o suposto diploma, ele teria concluído o Mestrado em 2015, o que a esposa sabe que não é verdade. Assim, surge a dúvida sobre a participação da mesma, já que é servidora da universidade e deve ter acesso a documentos que podem ter colaborado com o crime”, revela a leitora.

“A sociedade e nós, que participamos de concursos na Univasf e em outras instituições como IF Sertão-PE, exigimos uma resposta. Do contrário, vamos colocar em dívida os 12 anos da Univasf na região. Se o golpe não colou dessa vez porque houve denúncia, será que já não aconteceram outros casos, inclusive com a participação de servidores da Univasf para beneficiar os seus familiares, como supostamente aconteceu nesse caso?”, indaga.

Resposta

O Blog procurou a reitoria da universidade sobre o episódio, e recebeu uma nota da assessoria de gabinete de Julianeli Tolentino. Confiram:

Sobre a denúncia e procedimentos adotados pela Superintendência de Gestão de Pessoas da Univasf:

Ordem cronológica dos fatos

10.05.2016 – Posse do Senhor Érico Cristiano Alves Barbosa.

12.05.2016 – às 18h a SGP tomou conhecimento da denúncia. Imediatamente iniciou-se a apuração das informações.

13.05.2016 – A SGP enviou ofício para o Programa de Pós-Graduação em Matemática (PPGMAT/UFCG), consultando se o denunciado fora aluno daquele programa.

16.05.2016 – Abertura do processo, juntada dos documentos aos autos e envio à Procuradoria Federal junto à Univasf para orientação dos procedimentos a serem adotados.

17.05.2016 – devolução do processo à SGP, com as devidas orientações da Procuradoria.

Por fim, é importante salientar que a posse ocorreu anterior à denúncia e que as demais providências necessárias estão sendo adotadas.

Reitoria da Univasf/Gabinete

Ambientalista critica pessoas que se dizem solidárias ao Velho Chico, mas nada fazem para mudar situação: “Canalhas”

Através das redes sociais, o ambientalista e comunicador Vitório Rodrigues fez duras críticas àqueles que se dizem “preocupados” com Rio São Francisco, mas que nada fazem para mudar a situação degradante que o Velho Chico enfrenta. Segundo Vitório, muitas pessoas só querem aparecer na mídia dizendo que são solidárias à situação. Ele ainda lamenta a situação e chama de “canalhas” aqueles que dizem que a situação do rio é boa. Para ele, o Velho Chico agoniza por conta dos maus-tratos em nome do progresso.

Acompanhem:

O Rio São Francisco segue agonizando por conta dos maus-tratos em nome do progresso. A foto mostra que a maior parte dos que sobrevivem em função da existência desse rio não têm o menor respeito por ele.

Mas, quando aparece uma TV, rádio ou qualquer meio de comunicação fazendo uma reportagem, todos querem aparecer dizendo que estão solidários com a situação. Embora todos nós sabemos que uma minoria o defende enquanto a grande maioria o destrói.

A fotografia diz tudo o que acontece de suas nascentes até a foz. Me apegando aqui ao que disse o ator Zé Dumont na novela Velho Chico, repito a pergunta: “o que foi que esse rio fez pra merecer isso que estão fazendo com ele, minha gente?”

O Rio São Francisco vive momentos de morte anunciada. Lamento que ainda existam muitos canalhas que defendem que “ele vai muito bem, obrigado” e pode continuar sendo explorado irresponsavelmente.

Vitório Rodrigues/Ambientalista

Após negar ter tentado barrar ‘Lava Jato’, Romero Jucá anuncia que vai se licenciar de Ministério

romero jucá

O ministro Romero Jucá, do Planejamento, anunciou que vai se licenciar do ministério a partir desta terça-feira (24).

Jucá disse que pedirá uma manifestação ao Ministério Público Federal, a fim de que o órgão avalie se cometeu algum tipo de crime em relação às conversas gravadas entre ele e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.

Segundo o ministro, até que o Ministério Público apresente um parecer, ele permanecerá licenciado. Depois, disse que aguardará decisão do presidente em exercício, Michel Temer, sobre se irá querê-lo de volta ao governo ou não. “Estou consciente que não cometi irregularidade”, declarou.

O jornal “Folha de S.Paulo” informou nesta segunda-feira (23) que, em diálogo com Sérgio Machado, Jucá sugere um “pacto” para tentar barrar a Operação Lava Jato.

Mais cedo, em entrevista coletiva, Jucá havia dito que não pretendia deixar o comando do ministério. “Não tenho nada a temer, não devo nada a ninguém. Se tivesse medo, se tivesse telhado de vidro, não teria assumido a presidência do PMDB num momento de confronto com o PT para ajudar a afastar a presidente da República. Se tivesse medo de briga, não estaria nesse processo da forma como entrei”, declarou Jucá. (fonte: G1 Brasília/foto: Veja Online)

Falta de higiene em locadora de filmes eróticos no Centro de Petrolina leva leitor a solicitar intervenção da Vigilância Sanitária

falta de higieneIncomodado com a situação de uma locadora de filmes eróticos no Centro de Petrolina, o leitor Sérgio Fernandes reclama da péssima situação do espaço, que segundo ele, estaria com a higiene comprometida, colocando em risco a saúde dos usuários. E clama por uma intervenção da Vigilância Sanitária.

Acompanhe:

Queremos solicitar à Vigilância Sanitária de Petrolina, na pessoa do Sr. Jarbas Costa, uma Visita Técnica na Locadora Ponto H, situada na Avenida Guararapes, Beco da Cultura, Centro de Petrolina (ao lado da Farmácia Pague Menos).

Informamos que o objetivo desta visita é garantir a qualidade dos serviços, com ações capazes de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e intervir nos problemas sanitários decorrentes da falta de higiene.

A mesma possui um segundo piso com cabines individuais e televisores para os clientes que queiram locar e assistir aos vídeos eróticos. O ambiente é demasiadamente sujo, fétido e sem limpeza nenhuma. As cabines nunca são higienizadas e o banheiro do estabelecimento vive sujo, fedendo e cheio de insetos (baratas).

Essa locadora atenta contra a saúde pública dos clientes (petrolinenses e turistas). É necessária uma visita urgente ao local e, caso seja necessário à interdição da mesma, a fim de que se cumpram as normas de funcionamento e de saúde Pública.

Sergio Fernandes/Leitor

Liminar impede PCdoB de Juazeiro de realizar encontro no Centro de Cultura João Gilberto e evento é transferido para outro local

O ‘Movimento Juazeiro no Rumo Certo’, evento que seria realizado pelo PCdoB de Juazeiro (BA) às 18h de hoje (23), não mais acontecerá no Centro de Cultura João Gilberto. Segundo informações, uma liminar da Justiça, impetrada pelo DEM local, foi o motivo para a não realização do evento no centro cultural, pois o encontro não é uma convenção partidária.

Agora, o evento, realizado pelo grupo do prefeito Isaac Carvalho e que vai reunir os três nomes cotados para sua sucessão – Carlos Neiva, Paulo Bonfim e Joaquim Neto – acontecerá no espaço de festas Nossa Casa, no Centro.

Em nota, o PCdoB esclareceu que realizou o pedido para realização do evento no Centro de Cultura João Gilberto “mediante procedimentos legais, com o envio de ofício e pagamento de todas as  taxas referentes ao aluguel do espaço.

Plínio Amorim assume Secretaria de Saúde de Juazeiro

A Secretaria de Saúde de Juazeiro (BA) tem um novo titular. A secretária Tatiane Malta, que assumiu a pasta há pouco mais de um mês, deixou o cargo hoje (23) e o Assessor Especial da prefeitura, passa a comandar a pasta. Plínio deixa sua zona de conforto, pois fez parte da equipe da educação em Juazeiro e em Petrolina.

Através de nota enviada pela assessoria da prefeitura, a gestão esclareceu que Tatiane deixa o cargo “por motivos pessoais”. Também no comunicado, o prefeito Isaac Carvalho agradeceu a dedicação e empenho de Tatiane e a convidou para permanecer na equipe de governo.

A nomeação de Plínio Amorim já foi assinada pelo prefeito e nesta terça-feira (24), no primeiro evento do Plantão de Especialidades Médicas no bairro Maringá, Plínio já estará à frente da pasta.

A nota da prefeitura não informou quem assumirá o lugar de Plínio, que exercia a função de Assessor Especial de Modernização Administrativa e tinha como missão monitorar, checar e definir ações nas diversas secretarias, assessorias e empresas da prefeitura.

Dr.Pérsio critica Governo Lossio por falta de investimentos no matadouro: “Teve todo tempo para fazer e não fez”

Dr.PérsioNa luta travada pelo vereador oposicionista Ronaldo Cancão (PTB) pela reabertura do Matadouro de Petrolina, seu colega de bancada, Dr.Pérsio Antunes (PV) botou pimenta nesse debate.

Ex-aliado de primeira hora do prefeito Julio Lossio (PMDB), Dr.Pérsio disse lamentar que a gestão municipal teve “todo o tempo do mundo” para impor melhorias no matadouro, mas não o fez. Ele lembrou que Lossio assinou em 2009, no primeiro ano que assumiu o município, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) junto ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

No entanto, segundo Pérsio, o gestor repassou a administração do local para os marchantes, que fizeram alguns investimentos, mas não viram apoio nenhum da prefeitura.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br