Enquete

Famílias atingidas pela seca receberão mais R$ 300 milhões em crédito emergencial

SecaO Programa Emergencial para a Seca, que disponibiliza crédito especial para os produtores afetados pela estiagem, contará com mais R$ 300 milhões. A decisão foi tomada ontem (23), durante a 18ª Reunião do Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), em Maceió (AL).

O evento teve a participação do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho; do superintendente da Sudene, Luiz Gonzaga Paes Landim; e do diretor de Desenvolvimento Sustentável e Microfinança do Banco do Nordeste (BNB), Stélio Gama; além de governadores de vários estados, a exemplo de Eduardo Campos (PE).

Os recursos serão repassados no âmbito do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), operacionalizado pelo BNB. Somados aos recursos que já haviam sido aprovados anteriormente, o orçamento total da linha FNE-Estiagem sobe para R$ 3,45 bilhões. Desse montante, já foram aplicados R$ 2,83 bilhões.

“São recursos valiosos que beneficiam principalmente agricultores familiares e produtores de mini, micro e pequeno portes, que neste momento enfrentam uma das piores estiagens dos últimos anos”, afirmou Stélio Gama.

Durante o evento, os participantes ainda fizeram uma avaliação dos resultados e impactos do FNE, discutiram a adequação das prioridades do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE) em 2013, e definiram as diretrizes e prioridades para o próximo ano. As informações foram repassadas pela assessoria do BNB.

Polícia Civil procura homem acusado de tentar matar três pessoas no bairro Atrás da Banca

Crime Atrás da Banca 2A Polícia Civil já concluiu o inquérito sobre as tentativas de homicídio no bairro Atrás da Banca, na região central de Petrolina. O crime aconteceu no início deste mês e deixou os moradores e comerciantes do local revoltados. Ao contrário do que afirmou o filho de uma das vítimas, Lucas Radamés, o acusado já foi indiciado e está sendo procurado pela polícia.

A informação foi repassada pela delegada Poliana Neri ao programa Edenevaldo Alves, da Petrolina FM. Segundo ela, Bartolomeu de Siqueira Amorim foi indiciado por três tentativas de homicídio duplamente qualificadas. Ele teria cometido o crime por motivo fútil, após uma discussão com uma das vítimas.

“Não houve motivação, foi uma briga entre vizinhos. Ele simplesmente encarou o filho de Dona Maria de Lourdes, foi até sua casa e voltou armado. De acordo com as testemunhas, Bartolomeu não é uma pessoa querida na comunidade. A população está revoltada com o que aconteceu”, afirmou.

As três vítimas ainda estão internadas no Hospital de Ensino do Vale do São Francisco (antigo HUT). Segundo a delegada, Maria de Lourdes da Conceição está inconsciente e perdeu parcialmente a visão. Eliseuda estaria paraplégica e Itallo Rafael da Conceição apresenta um estado de saúde estável.

Segundo Poliana Neri, quem tiver alguma pista do acusado pode entrar em contato com a Delegacia da Polícia Civil, na região central de Petrolina, através do telefone (87) 3866-6621.

“As equipes da delegacia estão na rua em busca de Bartolomeu, trabalhamos dia e noite para prendê-lo. É uma questão de honra para a Polícia Civil fazer justiça. Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro dele pode nos ajudar e não precisa se identificar”, disse.

Enquanto Isso…

SUS-muda-de-nome-por-Sponholz

Coordenador do Aldeia do Velho Chico destaca “ineditismo” na edição 2013 do evento

Neste artigo enviado ao Blog, o professor e coordenador do Aldeia do Velho Chico, Jailson Lima, faz um breve balanço da 9ª edição do evento, encerrado no último final de semana no Sesc Petrolina. Entre outras coisas, ele destaca “o ineditismo” do festival este ano.

Confiram:

Jailson LimaDeus salve o Aldeia que interfere na arquitetura e reveste nossa cidade com novos tons, cores, sons e sabores. Realizado pelo Sesc Petrolina, a 9ª edição do Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco, saiu às ruas, percorreu os bairros, navegou no rio, aportou na ilha do Massangano, mudando literalmente nossas vidas nestes 17 dias de agosto de 2013.

Marcante por sua própria natureza inovadora, esta edição do Aldeia, em homenagem a artista/ artesã Ana das Carrancas, certamente vai deixar saudades pelo ineditismo de ações como a Cena 10 (dez cenas representativas da produção artística local) e o Tecendo Ideias, um espaço para discussões, onde o público e personalidades da cena local e nacional, alinhavaram questões primordiais para o entendimento de temas relacionados a várias linguagens artísticas.

E por falar em ações, mobilizamos mais de 1.000 artistas durante o festival com a oferta de 120 atrações de várias partes do país nas linguagens de teatro, dança, música, artes visuais, cinema e literatura. Desde a abertura, no último dia 2 – quando o cortejo Abre Alas pro Velho Chico, tomou as ruas do centro da cidade, até o Virarte – com 12 horas ininterruptas de atrações no Sesc Petrolina, vivemos uma programação intensa e variada com espetáculos, exposições, performances, interferências urbanas, lançamento de livros, recitais, mostras, circuito itinerante de artes pelas escolas públicas, além da oferta de um leque de atividades formativas com 16 opções em oficinas de capacitação e para estudantes.

Dando continuidade ao processo de descentralização das ações do Sesc Petrolina, esta edição do Aldeia também esteve na Praça Dom Malan e nos bairros Alto do Cocar, Pedra Linda e Areia Branca, além do interior do município – nas localidades do Serrote do Urubu, Porto da Ilha e Núcleo 09 do projeto de irrigação Senador Nilo Coelho.

E ampliando ainda mais os territórios dessa Aldeia cultural, no São Gonçalo, a recepção foi muito boa com a Cena Biruta – uma proposta teatral centralizada na figura do palhaço que movimentou o bairro durante quatro dias. E na Cohab VI, uma unidade móvel adaptada com palco e telão, levou à comunidade o projeto Teatrosesc com a exibição de filmes, muita música, dança e teatro.

Sempre contando com um bom público, superamos as expectativas em muitos dos nossos eventos. Nos espetáculos do Palco Giratório, por exemplo, tivemos lotação completa nas encenações de Luís Antonio Gabriela e de Simbá, o Marujo. Neste Virarte, tivemos um movimento superior às edições anteriores, em todos os espaços, além do sucesso absoluto com as exibições da Mostra Sonora Brasil, onde quatro grupos de samba e tambor do Pará, Amapá, Bahia e Rio Grande do Sul encantaram a todos.

No balanço geral – contando que esta edição se estendeu até o domingo (18) – com apresentação do Baque Opará, Samba de Véio e o Alabê Ôni, superamos a marca de 70 mil pessoas do Aldeia, na edição passada. Uma conquista que aumenta ainda mais a nossa responsabilidade em fazer, no ano que vem, uma décima edição muito mais bonita e ainda mais cultural. Uma Aldeia que promove o intercâmbio cultural, qualifica a produção local, gera entretenimento de qualidade e fomenta o gosto pelas mais variadas expressões artísticas. Um movimento de produção, pensamento e apreciação artística que já se consolidou como o maior festival de arte da região. Uma Aldeia em cada um.

Jailson Lima/Coordenador do Festival Aldeia do Velho Chico e Supervisor de Cultura do Sesc Petrolina – PE

Sem sombra: Poda de árvores continua sendo alvo de críticas em Petrolina

Podas árvore Polícia MilitarPoda árvoresA poda de árvores localizadas em vias públicas de Petrolina tem sido alvo de várias críticas por parte da população. Desta vez, o leitor Luiz Cláudio nos enviou um e-mail chamando a atenção para a poda de uma árvore na Avenida Cardoso de Sá, em frente ao 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM). De acordo com ele, a Celpe/Neoenergia seria a responsável pelo serviço.

O leitor critica a justificativa da Companhia, de que os galhos das árvores estariam muito próximos dos fios. Para Luiz Cláudio, que ainda cobra um posicionamento da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), é preciso punir as instituições que vêm fazendo esse tipo de poda na cidade.

Vejam:

Perceba o respeito que a Celpe, a concessionária de energia elétrica em Pernambuco, tem pelo ambiente alheio quando faz a “poda” de uma árvore.

Essa fica em frente ao Batalhão da Polícia Militar em Petrolina. Aqui tinha uma sombra que abrigava os alunos do Colégio Militar, enquanto eles aguardavam o ônibus coletivo ou os pais.

É lamentável que uma empresa paga pelo povo faça isso e não tenha nenhuma punição. A justificativa “de ficar próxima aos fios” é desculpa esfarrapada e antiga, que não cola mais. Já está na hora de certas empresas e instituições respeitarem o meio ambiente, dando exemplos práticos de conservação. Respeitar a natureza é respeitar a vida.

Diante da situação, vale o questionamento: Cadê a AMMA e os órgãos de fiscalização?

Luiz Cláudio/Leitor

Audiência pública em Petrolina sobre atuação do TJPE é marcada por cobranças

Justiça Direito_300x200Representantes do Judiciário local e do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) participaram na manhã de hoje (23) de uma audiência pública em Petrolina.

No debate, realizado na Câmara Municipal de Vereadores, houve espaço para elogios ao trabalho realizado pelo TJPE. Porém não faltaram cobranças.

Alvorlande Cruz (PRTB), por exemplo, citou a implantação de uma ouvidoria do órgão na cidade. Já Maria Elena (PSB) lembrou-se da Vara Criminal de Combate à Violência contra a Mulher, prometida pelo presidente do TJPE, Jovaldo Nunes, quando esteve em Petrolina em maio último para receber o título de cidadão oferecido pelo Legislativo.

Coube a Cristina Costa (PT) pedir mais “acessibilidade, democratização e transparência” do TJPE. Durante a audiência houve espaço também para questionamentos dos magistrados da cidade e de advogados. Uma delas referiu-se a andamento de processos. Todas as sugestões serão levadas a conhecimento do presidente Jovaldo Nunes.

MPF recomenda medidas de segurança para o transporte escolar em Serra Talhada (PE)

Pau-de-arara-transporte-escolarO uso de veículos de carga sem condições básicas de segurança para o transporte de estudantes da rede municipal de ensino fez com que o Ministério Público Federal (MPF) em Serra Talhada (PE), no Sertão do Pajeú, emitisse uma recomendação ao prefeito do município, Luciano Duque (PT). O documento enfatiza que a prefeitura deve garantir a segurança no transporte escolar dos alunos.

A responsável pelo caso é a procuradora da República, Natália Lourenço Soares. Segundo consta na recomendação, o transporte escolar em Serra Talhada é realizado em sua maioria por meio de veículos adaptados para o transporte na carroceria. Foi constatado que alguns deles não possuem cinto de segurança ou encosto para a coluna dos estudantes.

Três desses veículos foram autuados, em março deste ano, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que entendeu se tratar de transporte irregular de passageiro em compartimento destinado à carga.

Recomendações

Diante da situação, o MPF recomendou que o prefeito de Serra Talhada verifique, no prazo de dez dias, se todos os veículos utilizados pelos estudantes possuem as licenças para o transporte de passageiros exigidas pelo Código Brasileiro de Trânsito e pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Caso contrário, a prefeitura deve regularizar esses veículos no prazo de 30 dias e encaminhar a documentação comprobatória ao MPF.

Além disso, a prefeitura deve realizar, em até 30 dias, o levantamento do número de estudantes da rede municipal de ensino que moram em área rural, bem como informar qual seria o transporte necessário e adequado para garantir o acesso desses alunos à educação. As informações são da assessoria do MInistério.

Gonzaga Patriota se reúne com Lóssio e Issac para discutir fortalecimento da Ride PE/BA

Patriota_IsaacLóssio_Patriota 2A mobilidade urbana e turística do Vale do São Francisco, principalmente nas cidades de Juazeiro e Petrolina, foi a principal pauta de duas reuniões, na manhã desta sexta-feira (23), entre o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) e os prefeitos Isaac Carvalho (PCdoB) e Júlio Lóssio (PMDB). A ideia foi discutir estratégias para potencializar e inserir novos municípios na Rede Integrada de Desenvolvimento (Ride).

O deputado apresentou aos gestores municipais o Projeto de Lei Complementar 574/10, que integra as cidades de Cabrobó, Afrânio e Dormentes (no Sertão de Pernambuco), e Uauá, Abaré e Chorrochó (no Norte da Bahia), à Ride do polo Petrolina/Juazeiro. Atualmente, a rede é formada por oito municípios: Lagoa Grande, Orocó, Petrolina e Santa Maria da Boa Vista (em Pernambuco), e Casa Nova, Curaçá, Juazeiro e Sobradinho (na Bahia).

Segundo o parlamentar, a iniciativa irá fortalecer o desenvolvimento de todo o Vale do São Francisco. Nos próximos dias, Gonzaga pretende fazer uma grande reunião em Brasília (DF) com seis senadores dos dois estados envolvidos, deputados federais da Ride, além dos ministros dos Transportes, César Borges, e da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho. A proposta de Gonzaga é que cada deputado e senador proponham emendas impositivas a favor de recursos para o projeto. (Fotos/divulgação)

Falta de incentivos é principal obstáculo para viticultores do Vale do São Francisco, afirma José Gualberto

reunião camara viticultura (2)A ausência de pesquisas e de financiamento se constitui no maior empecilho aos produtores e empresários da viticultura do Vale do São Francisco. A afirmação foi feita pelo vice-prefeito de Santa Maria da Boa Vista (PE), José Gualberto Almeida, durante a 31ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Viticultura, Vinhos e Derivados do Vale do São Francisco – entidade ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) – na manhã desta sexta-feira (23) na Embrapa Semiárido.

José Gualberto, que também é presidente da Valexport e representante da Câmara no Vale, lamentou que a falta de incentivos para o setor esteja na contramão da história protagonizada pela região no que se refere à cultura da uva e do vinho.

“Temos uma bonita história que remete ao início dos anos 70, cresceu com a chegada de vários empreendimentos privados e agora precisa crescer e diversificar, inclusive com a ampliação da produção de suco de uvas e a obtenção da Indicação Geográfica de Procedência para o nosso vinho. E isso passa necessariamente pela liberação de recursos governamentais para a realização de mais pesquisas e financiamentos no setor”, avaliou.

Ele lembrou também que hoje o Vale produz anualmente 261 mil toneladas de uvas de mesa e que as seis vinícolas em operação respondem pela produção anual de 5 milhões de litros de vinhos finos e 100 mil litros de sucos de uva.

Durante o encontro, realizado pela primeira vez no Nordeste, representantes de diversas entidades – a exemplo da Embrapa, Sebrae, Ibraf e Ibravin – discutiram assuntos como o Fundo Nacional para Promoção e Ordenamento do Mercado Vitivinícola Brasileiro, perspectivas para implantação do Cadastro Vinícola Nacional e a estrutura de gestão do Programa de Modernização Vitivinícola (Modervitis).

Oportuna

Segundo o presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Viticultura, Vinhos e Derivados, Arnaldo Passarin, a reunião foi extremamente positiva e oportuna. “Apresentamos, pela primeira vez no Nordeste, os objetivos da nossa Câmara, além das discussões bastante produtivas acerca das políticas de controle de estoques de vinho e a validação dos nomes para a Comissão Vinícola Nacional”, disse. Representantes de várias partes do país aproveitaram ainda o encontro para avaliar os impactos do resultado da audiência pública realizada pelo MAPA, no último mês de julho, sobre o aumento do percentual de suco concentrado de uva nos néctares, ampliando o mercado do produto. (Fonte/foto: CLAS Comunicação)

Polícia fecha estabelecimento em Santa Maria da Boa Vista que servia para jogos de azar

jogos de azar santa mariaUm estabelecimento comercial em Santa Maria da Boa Vista (PE), no Sertão do São Francisco, que servia para jogos de azar, foi fechado por policiais militares da 7ª Companhia Independente (CIPM) na manhã desta sexta-feira (23).

Segundo informações policiais, a ação – batizada de ‘Operação Risco Zero’ – a ação foi comandada pelo capitão PM Tárcio e teve como alvo o Bar Maracanãzinho II, no Centro da cidade. No local foram flagradas quatro pessoas jogando baralho em uma mesa de carteado e uma realizando aposta em uma das duas máquinas de caça-níqueis existentes no local.

O gerente do estabelecimento, José Matias da Silva, e Gerisvaldo Rodrigues Coelho, que jogava numa das máquinas caça-níqueis, foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil, juntamente com os demais (que não tiveram seus nomes revelados). As máquinas, além de 12 pacotes de baralho e 12 dados, também foram apreendidos e entregues na Delegacia. Os imputados irão responder a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br