Sem receber diárias há quase quatro meses, PMs do Sertão pernambucano desabafam

4

PMs sertão diáriasA falta de pagamento de diárias por parte do Governo de Pernambuco, há quase quatro meses, levou os policiais militares lotados no Gati, Ciosac, Programa Reflorestar e Polígono do Sertão a um desabafo.

No manifesto abaixo, enviado ao Blog, a categoria não esconde a indignação e reivindica seus direitos.

Confiram:

Diante do serviço demonstrado diariamente em toda área, os Policiais Militares do GATI, CIOSAC, REFLORESTAR e POLÍGONO do Sertão  de Pernambuco estão totalmente  insatisfeitos com o descaso com a categoria, pois já está chegando o mês de setembro, quando se completará quatro meses consecutivos sem receber as diárias. Sendo assim, considerada crítica a situação vivida pelo efetivo, pois consequentemente apareceram diversas dificuldades na manutenção das suas contas pessoais.

Como é que, diariamente, o Estado cobra tanto a questão das metas, usando na mídia o carro-chefe (PACTO PELA VIDA), combatendo e diminuindo a criminalidade do Estado,  sem valorizar os profissionais de segurança que arriscam suas vidas em cada missão? É notório o desrespeito  ao trabalho da tropa.

Contudo, os Policiais permanecem fazendo o mesmo serviço, preservando a ordem pública  em prol da sociedade sertaneja, mas sem reconhecimento por parte das autoridades públicas.

A categoria clama pela atitude e posicionamento das associações representativas da classe dos Praças, pois medidas judiciais  junto à Secretaria de Segurança Pública deverão ser tomadas. Caso a categoria permaneça sem receber, obrigatoriamente que se faça a adequação proporcional das escalas de serviço.

Policiais Militares de Pernambuco/Sertão do estado

4 COMENTÁRIOS

  1. Muito obrigado aos pms e peço encarecidamente que continuem nas ruas, mesmo que nao recebam, pq precisamos de vcs e tenho certeza que os senhores fazem o trabalho primordialmente por amor a sociedade. Portanto continuem se esforçando… Mas talvez muitos pms que criticam a atual postura da PC, após cansarem do descaso do governo, provavelmente, com um pouco mais de entendimento, passarão a reconhecer a operaçao padrao dos Policiais Civis e os apoie tmb.

  2. A classe dos praças em Pernambuco não tem praticamente nenhuma entidade com representatividade relevante, e seus integrantes parecem aceitar toda sacanagem que o Estado inventa de fazer…

  3. È importante colocar o descaso e a falta de compromisso do Estado com os PMs e PCs. Se coloca o Pacto pela Vida como prioridade e se esquece do homem. Pra se ter uma idéia disso, basta lembrar que o Governo criou as bonificações do Pacto pela Vida, por apreensão de droga (Operação Crack), por prisão de procurados pela Justiça (Op. Mandados) e desde Setembro de 2014 (a um ano) que não se paga o prêmio aos policiais que trabalharam e fizeram jus a esta bonificação. Outros casos, como a bonificação por apreensão de arma de fogo,também não são pagos desde o início do ano. Então, como fica o compromisso com a classe.E o reconhecimento pelo serviço prestado?

  4. O governo tá ferrando com todas as classes e não só a PM e a PC, caso façam greve, tem um desembargador que decreta ilegal, mas se todo estado parar (todas as categorias) poderá convencer o desembargador a ajudar os servidores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome