Policial militar reage a tentativa de assalto e fere um no Bairro José e Maria

Uma tentativa de assalto terminou com um ferido no Bairro José e Maria, zona norte de Petrolina. A vítima é policial militar da Bahia, de 27 anos. Ele reagiu ao assalto e atingiu um dos assaltantes, Paulo Gomes de Sá, de 30, com dois tiros. O fato aconteceu por volta das 22h30 de ontem (25).

Segundo boletim do 5ºBPM, outros dois comparsas – que também estavam armados – fugiram. Eles foram identificados por Antônio Severino Ferreira, 19, e a menor K.S.F, 16. Ambos residem em Santa Maria da Boa Vista (PE), Sertão do São Francisco.

Uma equipe do 4º Grupamento do Corpo de Bombeiros prestou os primeiros socorros ao indivíduo, que foi encaminhado ao Hospital Universitário (HU). Enquanto os policiais do 5º BPM aguardavam os bombeiros, os outros dois comparsas apareceram e foram reconhecidos PM da Bahia. Eles mostraram à equipe onde estava a arma utilizada na tentativa de assalto – uma pistola caseira calibre 380. A menor foi apreendida e o jovem, preso. A pistola também foi recolhida e entregue à 1ª Delegacia de Polícia Civil (DPC), juntamente com os dois indivíduos. Já o elemento ferido continua sob custódia da polícia no HU.

Confiram as vagas disponíveis nesta sexta-feira na Agência do Trabalho

A Agência do Trabalho divulgou sua lista com as vagas de empregos disponíveis para esta sexta-feira (26) em Petrolina. Entre outras oportunidades há vagas para Costureira de peças sob encomenda, Agente de microcrédito e Trabalhador da cultura da uva (vaga exclusiva para pessoa com deficiência).

O atendimento ao público é feito das 7h às 13h. A Agência do Trabalho fica localizada no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, na área central da cidade. Vale lembrar que a lista está sujeita a alterações no decorrer do dia. Outras informações podem ser obtidas através do número (87) 3866-6540. A lista completa pode ser conferida acessando aqui.

Sindimotos retoma atividades e poderá criar nova polêmica em Petrolina

Mliton Barbosa, um dos líderes dos mototaxistas de Petrolina, anunciou esta semana o retorno das atividades do Sindimotos – organização criada por ele para defender as causas dos profissionais desse serviço de concessão pública de transporte na cidadde. Mas junto com a volta da entidade, Milton falou também sobre uma mudança que deverá render uma nova polêmica.

Ele disse que pretende mudar para a cor azul, a camisa utilizada pelos mototaxistas associados ao Sindimotos. “Um decreto municipal poderá promover a mudança“, revela Milton.

Mas e a Lei municipal 698/97, a qual ordena uso somente das cores da bandeira de Petrolina (amaraela, vermelha e verde) em serviços, jogos, eventos e afins, que tenham recursos públicos municipais envolvidos? Caso Milton permaneça com a ideia, isso vai dar o que falar.

Preocupante: HU de Petrolina recebeu mais de 8 mil vítimas de acidentes em 2016

O Hospital Universitário (HU) de Petrolina divulgou um dado preocupante. A unidade de saúde, que é a única unidade pública de saúde da região que oferece atendimento em traumato-ortopedia, recebeu, no ano de 2016, 8.138 vítimas de acidentes automobilísticos, uma média de 678 pacientes por mês. Apenas durante a primeira quinzena de maio deste ano, 366 pessoas foram atendidas.

Um fator agravante é que cerca de 70% das vítimas atendidas possuem entre 10 e 39 anos, sendo que 75% são do sexo masculino. Os acidentes costumam estar relacionados a excesso de velocidade, ingestão de bebida alcoólica e condução sem habilitação, caracterizando assim, a imprudência dos motoristas como principal causa dos acidentes.

O índice de acidentes registrados é considerado preocupante e, por isso, o hospital aderiu à campanha ‘Maio Amarelo.’ O mês foi escolhido para representar o movimento internacional de conscientização para a redução de acidentes de trânsito. A ideia é chamar a atenção da população para o alto índice de acidentes automobilísticos e mobilizar a sociedade sobre a conscientização e prevenção.

Como parte da campanha, o HU desenvolveu uma série de vídeos que contam as histórias de vítimas de acidentes. Nos depoimentos, elas relatam sobre o processo de recuperação, as sequelas que adquiriram e as consequências. Os vídeos podem ser acessados através do site e da página do hospital no Facebook.

Projeto educativo

O HU também vem desenvolvendo um projeto de caráter educativo, junto aos pacientes e seus familiares, que busca estimular a reflexão sobre atitudes e comportamentos mais seguros no trânsito, a fim de conscientizá-los para que não se envolvam em novos acidentes. O projeto é desenvolvido por um psicólogo.

Prefeitura de Petrolina e Caixa Econômica formalizam contrato de patrocínio para São João 2017

Prefeitura de Petrolina e Caixa Econômica Federal (CEF) formalizaram nesta quinta-feira (25) o contrato de patrocínio para o São João 2017. A instituição bancária irá investir R$ 200 mil no evento, que acontecerá entre os dias 16 e 24 de junho no Pátio Ana das Carrancas. O documento foi assinado pelo prefeito Miguel Coelho e pela superintendente regional da CEF, Simone Nunes.

Esse é o primeiro patrocínio formalizado para o circuito junino sertanejo. Mas, segundo o prefeito, outras duas empresas e uma instituição pública estão em fase final de negociação para investir no São João.

“A Caixa está investindo na cultura e potencial turístico que o circuito junino proporcionam para nossa região. Esse engajamento tanto da iniciativa privada quanto de órgãos públicos é fundamental para fazer um evento tão grande e estamos muito animados porque nossa projeção pode superar R$ 1,5 milhão em patrocínios, fazendo nosso São João um evento cultural sustentável economicamente“, reforçou o prefeito.

A programação foi iniciada no final de semana passado, com o São João dos Bairros. O circuito junino foi justamente ampliado com a retomada desse projeto. O custo total da festa, no entanto, foi menor que no ano passado. A prefeitura deve economizar, em comparação com 2016, cerca de R$ 1,2 milhão. A estimativa é que a cidade movimente durante este período em torno de R$ 219 milhões e gere 9 mil empregos diretos e indiretos. (Fonte/foto: Ascom PMP)

Petrolina volta a se destacar na doação de órgãos no País

Esta semana o Governo de Pernambuco divulgou dados sobre a doação de órgãos no Brasil, com destaque para Estado como sendo um dos que realiza o maior número de transplantes no país, com 553 já executados este ano. Nesse ranking, Petrolina também se destacou na captação de órgãos, com 47 doados entre janeiro e março.

Nos primeiros dois meses do ano, a principal cidade do Sertão já havia sido mencionada na imprensa da capital, Recife, por ser responsável pela captação de 60% dos corações transplantados no bimestre em Pernambuco. Nessa mesma reportagem, Petrolina aparece como a cidade que captou 44% dos fígados (8, de um total de 18) e 39% dos rins (18, de um total de 46).

O sucesso nas doações é fruto de um trabalho de parceria da Organização de Procura de Órgãos (OPO) do Hospital Dom Malan (HDM/Imip) com a Força Aérea Brasileira (FAB) e Central de Transplantes de Pernambuco, que conta com a solidariedade e sensibilização das famílias.

“Ficamos felizes com esses resultados, pois ele é fruto de um trabalho muito sério e que envolve muita gente. Mas tudo isso não funcionaria sem o apoio das famílias. Para isso, nós temos muito cuidado ao tratar com eles, principalmente na hora de dar a notícia do falecimento do paciente que está por vir. Explicamos detalhadamente todo o processo de doação e a importância desse ato de solidariedade para as pessoas que estão na fila de espera de transplante. Tiramos todas as dúvidas e deixamos a família muito à vontade para que tenha a autonomia necessária para decidir favorável à doação”, explica o coordenador médico, Pedro Carvalho.

OPO

Apesar de ter sua sede administrativa na unidade materno/infantil, a OPO do HDM faz a procura por potenciais doadores em diversas unidades de saúde de Petrolina, tendo o Hospital Universitário (HU) da Univasf como principal centro de doação, por conta do seu perfil de atendimento. Todos os órgãos captados são encaminhados para o Recife e ofertados para quem está na vez na fila de espera.

Durante todo o ano de 2016, a OPO de Petrolina diagnosticou 113 potenciais doadores de órgãos. Desses, 55 efetivaram a doação (48,6%). O percentual é maior do que a média do Estado que, no mesmo período, tinha 508 potenciais doadores e, desses, 140 realmente fizeram a doação (27%). Os 55 doadores foram responsáveis pela doação de 162 órgãos e tecidos, sendo 96 rins, 42 fígados, 22 corações e dois pâncreas. Em 2015, foram 45 doadores (ampliação de 22%) e 139 órgãos e tecidos (crescimento de 16%). As informações são da assessoria do HDM/Imip.

 

Funcionários demitidos da Rabelo procuram assistência jurídica no Sintcope

O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Petrolina (Sintcope) acompanha o processo de encerramento das atividades das duas unidades das Lojas Rabelo em Petrolina. Mais de 30 trabalhadores foram demitidos. Na manhã desta quinta-feira (25), parte deles esteve na sede do Sindicato, após serem informados no dia anterior que a empresa havia entrado com um pedido de recuperação judicial.

O receio é que a empresa não cumpra os procedimentos legais exigidos na rescisão do contrato de trabalho. O grupo foi recebido pelo vice-presidente do Sintcope, Sérgio Lacerda, que acionou a assessoria jurídica. “Orientamos os trabalhadores sobre a assistência que o sindicato dará. Fizemos uma ata para registrar a preocupação dos trabalhadores e nossa assessoria jurídica ingressará com uma ação”, disse.

A expectativa é que outros trabalhadores da mesma empresa procurem a entidade sindical. “Hoje veio uma parte dos demitidos. Todos que aqui chegarem serão atendidos e orientados. Numa situação grave como essa não podemos fazer diferença entre sindicalizados e não sindicalizados”, disse.

Os trabalhadores podem entrar em contato como Sintcope através do telefone (87) 3861-5876 ou do WhatsApp (98838-0172/98838-0176).

 

Sem oposição no plenário, Gratificação de Difícil Acesso para secretário escolar é aprovada na Casa Plínio Amorim

 

Colocado de última hora na pauta da sessão da Casa Plínio Amorim desta quinta, 25, o projeto de lei que cria a Gratificação de Difícil Acesso (GDA) para a função de secretário escolar na rede municipal de ensino foi aprovado sem a presença de cinco vereadores da oposição no plenário. O placar foi de 15 votos favoráveis.

A oposição resolveu se retirar por não concordar com o percentual apresentado pelo governo municipal, que reduziu o valor que já é pago a professores e diretores. “Nós tínhamos proposto avaliar melhor e na próxima terça, ouvindo o Sindsemp, por achar que a matéria não atenderia a categoria como deveria. Mas a bancada da situação tem pensado apenas em atender os encaminhamentos do governo”, declarou o líder da oposição, Paulo Valgueiro (PMDB).

A vereadora Cristina Costa (PT) explicou a saída da oposição do plenário durante a votação. “Não iriamos votar numa gratificação que vai de encontro à lei das gratificações já existentes, beneficiando de forma desigual os servidores”, frisou.

Já o vereador Ruy Wanderley (PSC), líder da situação na Casa, disse que o governo precisava regulamentar a gratificação para a função de secretário escolar, que foi criada e estava sem o benefício. “O prefeito Miguel Coelho nos mandou esse projeto porque precisava dessa regulamentação. Somente os secretários escolares ainda não tinham esse benefício dentro da rede municipal de ensino”, comentou Ruy.

Inconstitucionalidade

Walber Lins, presidente do Sindsemp (Sindicato dos Servidores Públicos de Petrolina), indicou que poderá questionar a lei aprovada, alegando inconstitucionalidade. Ele frisou que os valores propostos no projeto de lei aprovado estão irregulares.

Ele frisa que na discussão da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA), no ano passado, foram previstos os valores da GDA para secretário escolar, igual ao que já é pago ao quadro, mas o que o governo conseguiu aprovar foi totalmente diferente. “Não vamos antecipar a nossa posição, mas adiantamos que são valores que não condizem com a valorização proposta em nossas discussões. Do jeito que está, o servidor que tem que de deslocar para servir ao município terá que pagar para trabalhar. Ele colocou a inclusão da categoria na lei, mas fora de todas as perspectivas acordadas com a categoria”, destacou Walber.

Prefeitura de Petrolina quer parceria com Sest/Senat para viabilizar programa ambiental

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, foi apresentado na última terça (23) a uma iniciativa do Sest/Senat voltada à preservação ambiental. Trata-se do Programa ‘Despoluir’. A proposta é que o município tenha visitas de vistoria na frota de carros e dos veículos que fazem o transporte escolar, com a finalidade de diminuir a emissão de poluentes. O programa foi detalhado ao prefeito pelo diretor da unidade local do Sest/Senat, Simão Durando Filho, e pelo técnico do Despoluir, Laudemir Moreira. A ideia é firmar parceria com a administração municipal com vistas a viabilizar a iniciativa.

O pedido oficial será feito ao presidente da instituição, Nilson Gibson, solicitando a presença da equipe do Despoluir em Petrolina.

O programa tem o objetivo de promover o engajamento de transportadores, caminhoneiros autônomos, taxistas e sociedade em ações de conservação do meio ambiente, como forma de colaborar para a construção de um modelo sustentável de desenvolvimento.

 

Rua na Cohab Massangano sofre com esgoto estourado há mais de um mês

Os comunitários da Rua 83, na Cohab Massangano, zona oeste de Petrolina, não sabem mais a quem reclamar. Eles clamam para que a Compesa compareça e resolva o problema de esgoto estourado. Segundo informam, eles estão aguardando o conserto há mais de um mês. A Compesa teria se comprometido de fazer a recuperação do esgoto em três oportunidades, mas nunca apareceu.

A comunidade acrescenta ainda que o esgoto já escorre por outras partes da rua, que é próxima a uma igreja. Dizem que o esgoto se espalhou tanto que já está quase invadindo as residências dos moradores, sem falar no mau cheiro que incomoda bastante. Os moradores solicitam, mais uma vez, providências da Compesa.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br