Comunitário pede providências contra pedras soltas em calçamento e alerta para risco de acidentes

20150827_112139Moradores da Rua José Fernandes, no Centro de Petrolina, estão preocupados com alguns paralelepípedos que permanecem soltos, o que oferece riscos à comunidade. (mais…)

Petrolina vence a terceira pela Série A2 do Pernambucano e se mantém com 100% de aproveitamento

futebolO Petrolina venceu mais uma pela Série A2 do Campeonato Pernambucano. A vítima, desta vez, foi o Flamengo de Arcoverde.

Jogando no Estádio Paulo de Souza Coelho, a Fera Sertaneja derrotou o representante do Sertão do Moxotó por 3×2, na noite de ontem (2), pela terceira rodada.

O resultado deixou o Petrolina na vice-liderança do Grupo A, com os mesmos nove pontos do Belo Jardim, que lidera porque tem três gols a mais de saldo. O próximo jogo da Fera será na próxima segunda-feira (7), fora de casa, contra o Afogadense.

Série de concertos musicais marcará mês de aniversário de Petrolina

PHILARMONICANo mês do aniversário da cidade, os petrolinenses vão respirar música erudita. A Secretaria executiva de Cultura preparou um presente especial para a comunidade para marcar, à altura, os 120 anos de emancipação política de Petrolina.

Durante todo o decorrer de setembro, a Philarmonica 21 de Setembro fará apresentações em diversos locais da cidade, dentro de sua grade de programação.

Nesta quarta (2) a série ‘Concertos ao Meio Dia’ foi iniciada na Tenda Cultural da Praça do Bambuzinho, às 12h. As apresentações acontecerão todas as terças-feiras, no mesmo local. Amanhã (3) é a vez da ‘Quinta na 21 – Feira Multicultural’.

O evento acontecerá sempre às 18h, na Praça 21 de Setembro (por trás da prefeitura), às quintas feiras até o mês de dezembro. A feira tem por objetivo estimular o desenvolvimento sustentável da atividade artesanal. Ainda dentro da programação festiva de aniversário da cidade, haverá concertos da Philarmonica nas sextas e sábados, no Espaço CEU, no Rio Corrente, e a continuação dos projetos ‘Sinfonia no Parque’ (06, 13, 20 e 27/09), sempre às 10h30, e ‘Sinfonia nos Bairros’ (08, 15, 22 e 29/09), com locais e horários ainda a serem definidos.

Independência

Já no feriado da Independência, 7 de setembro, a Philarmonica se apresentará para a solenidade de hasteamento da bandeira. No dia 21, aniversário de Petrolina, acontecerá a tradicional alvorada pelas ruas de Petrolina e um concerto às 20h, na Concha Acústica. (foto: Ascom PMP/divulgação)

4ª Semana da Anistia terá palestra em Petrolina

semana anistiaComo parte da programação alusiva à 4ª Semana da Anistia, promovida pelo Comitê ‘Memória, Verdade e Justiça’ de Pernambuco, Petrolina receberá uma das séries de palestras referentes ao tema. O evento acontecerá nesta sexta-feira, às 18h, na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sinticon), localizada na Avenida da Redenção (Rua 1, nº 11), bairro Antonio Cassimiro, zona norte da cidade.

O palestrante será o advogado Júlio Torres. Também será exibido um filme-documentário sobre os Anos de Chumbo, os 36 anos da Lei da Anistia e os assassinatos de Manoel Lisboa Emmanuel Bezerra pela ditadura militar. (foto/reprodução)

Hospital do Coração de Petrolina pode virar realidade

reunião lóssio e armstrong

A Prefeitura de Petrolina e um cardiologista da cidade podem se tornar parceiros em um projeto que visa à instalação de um Hospital do Coração no município. (mais…)

Trazendo de volta polêmica dos festejos juninos, Cancão alfineta Lossio: “Dinheiro foi para o ralo”

cancao_640x360Sem saber se continua ou entrega o cargo de líder da bancada de oposição na Casa Plínio Amorim, o vereador Ronaldo Cancão só não tem dúvidas de uma coisa: continuará cumprindo seu papel de fiscalizar cada passo da administração municipal. Durante a sessão de ontem (1), por exemplo, o vereador voltou dar provas de que não vai ‘dar refresco’ ao prefeito Julio Lossio (PMDB).

Num duro discurso, Cancão trouxe novamente à tona os gastos exorbitantes do governo municipal com os festejos juninos na cidade.

Segundo o líder oposicionista, somente entre os anos de 2012 e 2013 – que inclusive são objetos de uma investigação da Polícia Federal (PF) por suspeitas de superfaturamento na estrutura e contratação de shows do evento – as cifras passam dos R$ 19,84 milhões.

O Blog conseguiu, com exclusividade, os números dos festejos em 2012 e 2013, cujos gastos são os seguintes:

– R$ 7.883.367,77 (para a empresa Karkará);

– R$ 864.605,00 (para a empresa Líder Entretenimento);

– R$ 280.000 (para a empresa J.I Barros);

– R$ 8.683.312,42 (para a empresa ME Produções);

– R$ 2.135.879,00 (para a empresa TH Produções).

– R$ 1.500.000, (referente a contratos individuais de artistas).

Segundo Cancão, todo o montante destinado à realização dos festejos saiu da fonte 1, ou seja, com recursos próprios – inclusive os R$ 280 mil da empresa J.I Barros, que deveriam ter vindo através do Ministério do Turismo, mas a prefeitura teria estornado esse valor para evitar que a investigação da PF chegasse também a esse recurso. O líder oposicionista ressalta que, somado aos outros dois eventos juninos de 2014 e 2015, o valor total dos festejos, nos últimos quatro anos, ultrapassa os R$ 31 milhões.

Dizendo-se “estarrecido”, o vereador não poupou Lossio das críticas. “O prefeito, inclusive, mentiu. Ele disse que em 2012 e 2013, não chegou (o valor) a R$ 8 milhões, mas chegou aos R$ 19,8 milhões”, alfinetou Cancão, justificando ter os documentos para provar o que diz.

Irresponsabilidade”

O líder da oposição tachou ainda de “tamanha irresponsabilidade” a atitude do prefeito pelo fato de, apesar desses gastos, ter pedido autorização à Casa Plínio Amorim, no ano passado, um empréstimo de R$ 29 milhões à Caixa Econômica para o ‘Pavimenta Petrolina’, que já foi iniciado. Depois disso, ainda solicitou mais R$ 3 milhões para aquisição de equipamentos destinados ao programa.

“Ou seja, o prefeito gastou R$ 31 milhões com festa, e correu atrás de R$ 32 milhões para pavimentação. Isso é um absurdo. Isso é uma falta de racionalidade”, declarou à imprensa o vereador, durante a sessão de ontem. “Será que ele não poderia ter feito um São João mais enxuto, de R$ 1,5 milhão?”, completou.

Segundo Cancão, com o montante gasto nos festejos daria para a prefeitura construir um novo matadouro e um Centro de Abastecimento (Ceape), além de dotar as principais feiras livres da cidade com uma moderna infraestrutura – incluindo balcões de frios. “Também dava para construir novas creches, ao invés da população pagar aluguel, reformar todos os postos da zona rural que estão fechados. Então, só posso concluir que faltou senso. O dinheiro foi para o ralo”, informou.

Cancão lembrou também que um dos artistas contratados – a dupla Jorge e Matheus – custaram à Prefeitura de Caruaru R$ 315 mil, e três dias depois, quando a dupla veio tocar no São João de Petrolina, o mesmo show saiu por R$ 621 mil. “Alguém tem que explicar isso. Eu adoro festa, adoro Jorge e Matheus. Mas a gente adora quando pode”, desabafou.

Integrante da bancada governista, o vereador Ronaldo Silva (PSDB) rebateu as críticas do colega de Legislativo. Todos os detalhes você confere pelas próximas horas.

Sem bancos nem cobertura, pontos de ônibus geram críticas de usuários em Petrolina

Esperar o ônibus em Petrolina pode ser mais estressante do que deveria para quem depende de transporte coletivo. Em algumas paradas, não há identificação ou estrutura adequada para abrigar os usuários.

Segundo alguns deles, não existe padrão nos pontos. Os usuários também reclamam da dificuldade de se proteger do sol e da chuva, pois a maioria dos pontos não possui cobertura.

A cidade não possui pontos padronizados. Quando se tem uma cobertura, ainda é de péssima qualidade, como aquelas estruturas de metal, que esquentam ainda mais nessa época do ano”, reclama José Nilton, morador do bairro Gercino Coelho, zona leste da cidade, que recebeu o apoio de outros comunitários.

O morador conta que, além desse problema, muitos pontos não contam com iluminação, deixando os usuários correndo risco de serem assaltados, principalmente no período da noite.

A reportagem do Blog entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura e também com a Empresa Petrolinense de Trânsito e Transporte Coletivo (EPTTC). (foto/arquivo Blog)

Eleição para escolha da nova diretoria mobilizará Sindsemp nesta quinta-feira

sindsemp sedeO Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina já vive as expectativas de mais uma eleição para a escolha da nova diretoria da entidade, marcada para esta quinta-feira (3). O pleito corresponde ao mandato 2015-2018.

Na disputa pela presidência concorrem a chapa 1, encabeçada pelo vice-presidente Walber Lins (ocupando interinamente o cargo devido ao afastamento de Léia Araújo, que está de licença-maternidade), e a chapa 2, que tem o diretor jurídico do Sindsemp, Gilvan Brito – também da atual gestão.

Ao todo, são 3.200 servidores ligados à Prefeitura de Petrolina, que estão sindicalizados ao Sindsemp e têm direito a voto. Um total de 30 urnas foi disponibilizado para a votação, sendo 21 móveis e nove fixas.

Para votar será necessária a apresentação do contracheque deste ano e documento de identificação (Identidade ou Carteira de Habilitação). O horário de votação será das 8h às 18h. O resultado na nova mesa eleita deve sair no mesmo dia, em torno das 22h. Para consulta de urnas e locais de votação, é só acessar o seguinte link: http://sindsemp.com/index.php/390-relacao-das-urna.

Vídeo Blog: Treinador do Petrolina fala das dificuldades do time na série A2 do Pernambucano

Pré-adolescentes de Petrolina devem tomar segunda dose de vacina contra HPV

Petrolina vacinahpvMeninas de 9 a 11 anos que receberam a primeira dose da vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) já podem tomar a segunda dose em Petrolina. Segundo a Secretaria de Saúde, a vacina já está disponível em todas as unidades de saúde e a expectativa é que mais de 5 mil pré-adolescentes sejam imunizadas.

De acordo com a coordenadora de imunização da Secretaria, Jeane Moraes, a segunda dose, seis meses após a primeira, é fundamental para garantir a proteção contra o vírus. “O ideal é seguir o esquema preconizado pelo Ministério da Saúde. Para que as meninas estejam de fato protegidas é preciso cumprir o protocolo estabelecido com as três doses da vacina“.

Para completar o ciclo de vacinação, as meninas devem tomar a terceira dose, cinco anos após a administração da primeira. A vacina protege contra os quatro subtipos do HPV, vírus responsável por 70% dos casos de câncer de colo de útero. (foto: Ascom SMS/PMP divulgação)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br